Educação financeira é importante para todos, independentemente da idade, mas uma das maiores causas de endividamento é a ausência de educação financeira para jovens. Sem esse conhecimento eles tem dificuldade para se relacionar com dinheiro e acabam tendo problemas.

Quase todo mundo já teve dificuldades para lidar com contas e boletos, mas esse processo é ainda mais traumático para quem está começando a vida adulta. Para ajudar nesse momento tão complexo, preparamos cinco lições importantes que todo jovem deveria receber.

5 lições importantes sobre educação financeira que ninguém conta

Para você que está começando sua vida financeira, algumas lições podem fazer toda a diferença. Veja nossas dicas:

1. Sempre coloque tudo no papel

A melhor lição que podemos dar para ter suas finanças organizadas é sempre anotar tudo. Seja as contas que você precisa pagar, seu salário ou até mesmo aquelas compras de R$ 5,00 que fazemos durante o dia a dia.

São essas anotações que farão você entender como controlar melhor seu dinheiro. Como você ainda está no começo dessa jornada, preparamos um guia de como organizar a vida financeira.

2. Seja pé no chão (ou não gaste mais do que ganha)

Com suas finanças bem organizadas é possível entender exatamente o que entra e sai de dinheiro e o quanto sobra no fim do mês. Evite ao máximo gastar mais do que ganha para não fazer dívidas.

Sendo pé no chão é possível se organizar para ter uma vida financeira mais tranquila e controlada, o que fará muito bem tanto para o seu bolso quanto para sua saúde mental.

3. Faça uma poupança

Nem sempre vai sobrar dinheiro no final do mês, mas sempre que isso acontecer guarde esse dinheiro. Essa reserva pode ser utilizada para o pagamento de despesas inesperadas como a compra de medicamentos ou até para aquisição de itens de maior valor como um celular.

Como sabemos que é difícil economizar dinheiro, preparamos um guia que vai te ajudar a economizar mesmo se você ganha pouco.

4. Siga a regra do 50-35-15

Não existe uma regra de bolo pra como você deve gastar seu dinheiro, mas seguir a chamada regra do 50-15-35 pode ser um bom direcional. Essa divisão divide os seus gastos em três grandes grupos:

  • 50% para gastos essenciais como conta de luz, aluguel, faculdade etc.;
  • 35% para gastos não essenciais como assinatura de plataformas de streaming ou compras na internet;
  • 15% para pagamento de dívidas/poupança.

5. Tenha uma conta digital na Superdigital

Nada melhor que uma conta digital pré-paga para manter seu orçamento sob controle. Além disso, com a conta digital da Superdigital, você tem um jeito 100% online e descomplicado de se relacionar com o seu dinheiro.

Seja cliente Superdigital e obtenha benefícios exclusivos na palma da sua mão. Baixe nosso aplicativo (PlayStore ou AppStore) ou acesse o site.