Após a chegada do Pix, o próximo conceito que deve ajudar a modernizar o sistema financeiro brasileiro é o open banking. Você já ouviu falar sobre ele?

O open banking é um conceito que pode ser explicado de maneira muito simples: seus dados financeiros são seus e não da instituição financeira. Com isso, caso você autorize, outros bancos, fintechs e alguns serviços poderão ter acesso a eles e construir serviços personalizados a partir desse histórico.

Se você quer saber mais sobre ele, preparamos um guia completo para você tirar suas dúvidas sobre o open banking.

O que é open banking?

Como explicamos, o open banking é um conceito baseado no princípio de que as informações bancárias são suas e não das instituições financeiras, ou seja, você pode compartilhá-las com outras empresas e serviços se assim desejar.

Para você entender melhor, trazemos um trecho de um comunicado do Banco Central sobre ele:

“O Open Banking, na ótica do Banco Central do Brasil, é considerado o compartilhamento de dados, produtos e serviços pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas, a critério de seus clientes, em se tratando de dados a eles relacionados, por meio de abertura e integração de plataformas e infraestruturas de sistemas de informação, de forma segura, ágil e conveniente.”

 Com o open banking será possível compartilhar dados entre instituições, o que vai aumentar a competição entre elas e deve gerar melhores preços, serviços e atendimento para você. 

Que dados serão compartilhados?

Com o seu consentimento será possível compartilhar quatro tipos de dados entre as instituições:

  • Cadastrais - nome, CPF/CNPJ, telefone, endereço, entre outros;
  • Transacionais - relacionados a sua conta, empréstimos, cartão de crédito etc.;
  • Sobre produtos e serviços - dados sobre pontos de atendimento, produtos que utiliza, termos contratuais, entre outras informações.
  • Serviço de pagamento - informações sobre transferências de fundos, pagamentos de produtos e serviços, entre outros.

Como o open banking funciona na prática?

 O conceito é sempre bonito, mas o importante é entender como ele funciona na prática. Imagine o seguinte cenário:

Essas três informações podem ser usadas para comprovar que você é um bom cliente para outra instituição e com isso ter um limite de crédito maior ou mesmo ter um atendimento diferenciado.

A principal vantagem desse conceito é que se antes você chegava como um cliente em branco para uma instituição financeira, agora você traz todo o seu histórico.

banner para abrir conta e assinar o Disney+

A Superdigital está aqui para descomplicar sua vida

Não importa se para explicar um conceito como o open banking ou para ajudar você a lidar com o seu dinheiro de forma rápida e acessível, a Superdigital está do seu lado.

Seja cliente Superdigital e faça pagamentos e transações de forma rápida e muito simples! Você pode abrir a sua conta em menos de 10 minutos de maneira totalmente online.

Baixe nosso aplicativo (PlayStore ou AppStore) ou acesse o site.