Imagine só, você receber uma ligação do seu suposto gerente e a seguinte notícia: o seu cartão foi clonado e, em breve, um motoqueiro vai retirar o cartão na sua casa. Tudo isso pode parecer de boas, né? Mas na realidade é uma cilada que já pegou muita gente desprevenida e deu bastante prejuízo: o golpe do motoboy.

O que é o golpe do motoboy?

Diferente do golpe do WhatsApp, os criminosos ligam para a sua casa, na maioria das vezes sabendo até alguns dados importantes seus, como: nome, CPF e endereço. E é aí que mora o perigo: você só percebe que se trata do golpe do motoboy quando é tarde demais.

Depois de passar uma falsa situação na qual o seu cartão é clonado e eles precisam cancelá-lo o mais urgente possível, um motoboy chega na sua residência e “retira” o cartão para bloqueio. Mas não é bem isso que acontece.

Na verdade, o falso bancário e motoboy acabam passando valores altos no cartão da vítima. Em muitos casos, idosos são os mais prejudicados por essa perrecagem.

Vale lembrar que esse não é o único golpe que acaba atingindo os motoqueiros, o golpe do delivery também acaba prejudicando, e muito, a imagen dos profissionais, causando mais desconfiança dos clientes.

Como funciona o golpe do delivery?

O golpe do delivery, também chamado de o golpe das entregas, é um pouco diferente do que falamos acima. Fica tranquilo: ninguém vai ligar para a sua casa ou clonar o seu cartão. Mas ainda causa prejuízo.

Só para se ter noção, as reclamações sobre golpes aplicados por entregadores aumentaram 186% no Procon-SP. Tudo isso desde que a pandemia começou. As principais vítimas são aquelas que têm costume de pedir comida por aplicativos de entrega.

Funciona assim: você pede um delivery no conforto do seu cafofo e acaba saindo no prejuízo. As abordagens mais comuns dos golpistas são:

• O visor da maquininha aparece quebrado, o que dificulta ver qual valor está sendo pago. Nessa hora o valor pode ser bem maior do que a compra.
Um falso acidente acontece e outra pessoa aparece para entregar o seu pedido. Eles dizem ter uma taxa a mais por causa da mudança e passam outro valor, muito diferente do original.
• O último dos golpes de motoboy mais comuns, é informar que o pagamento feito pelo app de entrega não foi efetuado. Nesse caso, a vítima acaba fazendo outro pagamento e corre mais riscos de ter o cartão clonado.

Pior que nota de 3: veja como identificar se uma nota é falsa.

Como se proteger dos golpes?

Sabemos que nem sempre é fácil identificar um golpe logo de cara. Por isso, tenha sempre em mente algumas dicas importantes:

• Se receber uma ligação suspeita, por exemplo, e você não tem certeza se a pessoa do outro lado da linha é realmente um funcionário do banco, desligue.
• Depois, procure o número correto do seu banco por canais oficiais (lembrando que o número da Superdigital é: 4090-1450 e 0800-090-1450 😉). Avise o banco e pergunte quais são os próximos passos.
• Os criminosos podem entrar em contato mais de uma vez, por isso, evite passar qualquer tipo de informação pessoal por telefone.
• Quando algum entregador aparecer com a máquina de pagamento danificada, peça outra máquina e não faça o pagamento.
• O mesmo vale para os entregadores que se acidentaram e mandaram outra pessoa no lugar. Ligue para o restaurante antes e confirme se a história bate.
• Por via das dúvidas, ative as notificações do app do seu banco e sempre confira se as transações estão certas. Se perceber um valor muito alto, ligue para o banco na mesma hora.

Caí no golpe do motoboy, o que eu faço?

O primeiro passo é manter a calma e ligar para a polícia, em muitos casos é preciso fazer um boletim de ocorrência. Não se esqueça também de avisar o seu banco sobre a possível fraude, e o aplicativo responsável pela entrega.

Em muitos casos, o valor do golpe é recuperado bem rápido pela vítima. Mas é preciso estar atento, combinado?

Sabia que o golpe do motoboy não é o único B.O. que tem rolado por aí? Se liga nas dicas que separamos para você se proteger desse e de outros golpes:

Golpes com Boleto: entenda como funciona e aprenda a evitar.
Como proteger sua conta digital de golpes e fraudes na internet.
De olho no like: os golpes mais comuns no Facebook.