Bate sempre uma insegurança ao começar um negócio do zero, certo? Documentos, produtos, fornecedores, funcionários, recibos… a lista parece não ter fim. Para ajudar nessa nova etapa e dar adeus às preocupações, nós, da Superdigital, separamos um passo a passo importante para quem busca saber como abrir uma pequena empresa sozinho. E aí, empolgado em conquistar sua tão sonhada independência financeira? Então, vamos lá!

O que você precisa saber antes:

Para abrir uma microempresa, não tem segredo! Acredite, o seu sonho está mais perto do que você imagina. Mas, para isso se tornar realidade, é preciso ter cautela e seguir algumas etapas importantes para evitar cair em furadas e sair no prejuízo.

Antes de abrir a sua pequena empresa, vale conferir alguns pontos:

Defina o seu objetivo: seja a curto, médio ou longo prazo, onde você pretende chegar com o seu negócio? Não precisa responder imediatamente, mas pense em algo que possa trazer mais benefícios para você, por exemplo: abrir uma franquia, exportar os seus produtos, bater uma meta de vendas, etc.
Conheça o seu produto e os concorrentes: dê uma volta nos arredores da sua empresa. Se for um comércio online, veja outros concorrentes que estão no mesmo segmento ou vendem produtos/serviços similares aos seus. Pense também no seu diferencial: o que o meu produto oferece de melhor? O que posso fazer para conquistar mais clientes?
Saiba quais são as limitações do seu negócio: crescer cada vez mais é o sonho de muitos empreendedores, certo? Só que, mais importante do que ter metas e planos, é saber quais são as suas limitações, seja espaço físico, remuneração, funcionários, estoque, etc.
Tenha um bom relacionamento com os seus clientes e fornecedores: ter contatos é fundamental para abrir uma pequena empresa. Além disso, conquistar uma freguesia fiel ajuda, e muito, nos negócios. Tenha sempre essas duas dicas em mente para que as coisas comecem a fluir melhor.
Registre e deixe tudo formalizado: separe notas, recibos, pagamentos, tudo que você imaginar que seja importante e necessário na hora de prestar contas. Sabia que até MEI’s precisam declarar os ganhos e gastos do ano? Pois é! Entenda o que é e como funciona a Declaração Anual do Simples Nacional.

Passo a passo para abrir uma empresa pequena

Agora que você já conhece as principais dicas antes de abrir uma empresa, chegamos às etapas para tirar os planos do papel e colocá-los em prática:

1. Escolha o tipo de empresa que você quer ser: MEI, ME, EPP, Médio ou Grande porte. Na maioria das vezes, os empreendedores escolhem o MEI (Micro Empreendedor Individual). Essa opção funciona muito bem para aqueles que estão começando o próprio negócio agora.
2. Depois de escolher o tipo de empresa, abra o seu CNPJ. Nessa etapa, você escolhe o segmento do seu negócio (vestuário, alimentação, etc).
3. Escolha o seu regime tributário (as leis que determinam quais tributos e cobranças a empresa deve pagar). Sejam elas: Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.
4. Caso tenha algum sócio, é importante criar um Contrato Social com os interessados. Essa parte é fundamental para abrir uma pequena empresa, ok? Já que ela vai definir as principais regras e acordos sobre a empresa.
5. Separe os documentos necessários para efetuar o registro na Junta Comercial, responsável por armazenar, organizar e realizar essas documentações.
6. Se a sua empresa tiver um local definido, não se esqueça do alvará de localização e funcionamento. Por fim, faça a sua Inscrição Estadual, também obrigatória para empresas físicas.

👉 Sabia que é possível abrir uma conta digital mesmo com o nome sujo? Veja como ter a sua aqui.

Já conhece a folha de pagamentos Superdigital?

Com a folha de pagamento Super-Rápida da Superdigital, você consegue pagar funcionários e parceiros enquanto toma um café. A solução perfeita para todos os tipos de empresas, até para quem está começando agora. 😉

• Ágil e sem burocracia: entregue o cartão na hora da contratação. Os salários, comissões e a verba de admissão caem direto nele.
• Descomplicado: a solução perfeita também para a contratação de funcionários temporários e freelancers.
• Super-Prático: crie a conta de todos os colaboradores de uma vez. Depois, pague todo mundo apertando um botão.
• 100% digital e seguro: consulte o histórico e o comprovante de todos os gastos.

☕ E então, o que achou? Vamos marcar uma conversa?

Ei, empreendedor, não vá embora ainda! Conheça mais soluções inovadoras para a sua empresa que separamos especialmente para você:

● Como ser produtivo no home office? Dicas para colocar em prática hoje.
● Como administrar uma empresa? 6 dicas essenciais para o seu negócio.